Ruínas romanas de Conímbriga

Excursão às ruínas romanas de Conímbriga, Coimbra, Portugal.

Ruínas romanas de Conímbriga
Ruínas romanas de Conímbriga
© Víctor Oliveira

Conímbriga está envolvida pelos sossegados campos de oliveiras na paisagem ondulante que se estende a Sudoeste da cidade de Coimbra, na Região Centro de Portugal.

Ao contrário do que poderia parecer, dada a semelhança toponímica, Conímbriga não foi a cidade romana precedente a Coimbra, mas sim um importante centro urbano muito anterior, de raízes celtas, pelo que a sua fama se deve aos romanos.

 

Atualmente, este lugar acolhe as ruínas romanas melhor conservadas de Portugal, constituindo um dos depósitos melhor conservados de toda la Península Ibérica. Estas ruínas narram o triste reflexo de uma cidade que, após séculos de estabilidade, foi dividida em dois por uma muralha erguida rapidamente para repelir ataques inimigos, tendo sido logo abandonada e começado a decompor-se, durante o Império romano.

A visita geralmente dura aproximadamente 1 hora. A entrada nas ruínas custa 4€, e inclui a entrada no museu monográfico, onde poderás conhecer um pouco mais sobre a história de Conímbriga, assim como outros aspetos da vida romana. Estão expostos diversos artigos, desde mosaicos a medalhões.

As ruínas romanas são muito amplas, claro reflexo de uma história interessante. Por um lado se observa o seu caráter doméstico, com elaborados mosaicos, fontes com fios de agua, banhos climatizados...etc; mas o cenário é interrompido pela avassaladora muralha que, além de dividir a cidade, parte os edifícios mais próximos.

Um destes edifícios é a Casa dos Repuxos, que inclui bonitos jardins, com lagoas e fontes, e mosaicos preciosos com temas de caça e as quatro estações.

Aqui também se encontra a Casa de Cantaber, considerada uma das maiores do mundo romano ocidental. Esta casa pertenceu a Cantaber, cuja mulher e filhos foram raptados pelos suevos no ataque do ano 456. É um enorme palácio, com termas, lagoas, e um sofisticado sistema de climatização subterrâneo.

As escavações continuam no exterior, onde se destacam os vestígios de um aqueduto de 3 quilómetros de cumprimento, que ascendia até um conjunto de termas no alto da colina; e um fórum que se encontrava rodeado por pórticos cobertos.

Como chegar:

É possível chegar de automóvel e estacionar em frente ao museu. Também é possível seguir no autocarro que sai às 09h00 e às 09h30 (ao fim de semana só às 9h30) de Coimbra. O trajeto de autocarro dura 45 minutos e custa 2,15€.

História:

A cidade desta antiga cidade romana é muito interessante. Quando os romanos se instalaram no século I d.C, Conímbriga cresceu até se tornar numa das cidades principais da rota entre Olissipo (Lisboa) e Bracara Augusta (Braga). A sua prosperidade é evidente ao observar as ricas mansões que conservam pisos elaborados, com mosaicos e fontes.

No século III a povoação de Coimbra, ameaçada por tribos invasoras, levantou uma grande muralha defensiva que atravessava o centro urbano, abandonando a zona residencial. A muralha evitou que os suevos cercassem a cidade no ano 468, mas a sua ida a Aeminius (Coimbra) salvou Conímbriga da destruição.

Mais informações:

Localização:

Conímbriga, Coimbra.

Excursões e atividades recomendadas:

Hotéis perto deste lugar:

Mapa Interativo:

Transfer e Taxi

Descubra as nossas ofertas de Transfer em Portugal.

Aeroporto de Porto
Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Faro

Hotéis

Ver hotéis nas diferentes povoações de Portugal:

Voos:

Compare voos baratos e teus reservar com antecedência para poupar dinheiro.

Aluguer de Carro

Encontre o melhor negócio em locação de veículos para as suas férias:


Copyright FeriasEmPortugal.com © - Todos os direitos reservados.