Óbidos, Portugal

Surpreenda-se com o amuralhado centro histórico da vila de Óbidos, durante as suas férias em Portugal.

Óbidos, Portugal
Óbidos © Celestino Manuel

Óbidos dispõe de um maravilhoso centro histórico, cercado por muralhas com ameias clássicas, composto por um labirinto de ruas calcetadas e casas caiadas de branco, decoradas com flores assim como brilhantes toques de tinta amarela e azul.

Ruas de Óbidos
Ruas de Óbidos © CM Óbidos
Centro Medieval, Óbidos, Portugal
Centro Medieval © Celestino Manuel

Esta charmosa vila atinge o seu esplendor durante a tarde, mas há também inúmeras razões para também pernoitar aqui; pois há um excelente ambiente nos bares medievais, assim como um enorme castelo no alto de uma colina, que se tornou uma das pousadas mais luxuosas de Portugal.

Passear pelo seu enredo de ruas antigas e casas caiadas de branco é uma experiência fabulosa em qualquer época do ano, porém ainda mais especial se visitar durante um dos seus muitos festivais.

Óbidos é um magnífico cenário para assistir à recriação de uma feira ou subir às muralhas do castelo durante a sua animada Feira Medieval, que durante o mês de Julho oferece um interessante mercado medieval uma deliciosa gastronomia; além disso, os visitantes que usarem traje medieval não têm que pagar a entrada de 7,00€. Esta povoação tão peculiar também se transforma no local ideal para degustar chocolate durante a Festival Internacional de Chocolate, que sucede durante 12 dias no início de Março; ainda incluindo, é o lugar perfeito para descobrir o próximo Pavarotti no Festival de Opera, que ocorre durante o mês de Agosto e é celebrado com performances ao ar livre, junto ao castelo e ao grande lago localizado a noroeste da cidade; por último, durante a Semana Santa celebram-se reconstruções procissões religiosas.

Como Óbidos foi reconquistada aos mouros por D. Afonso Henriques, em 1148, sofreu uma profunda reconstrução. As suas muralhadas foram reforçadas, as torres reconstruídas e as sublimes casas em branco foram restauradas. A cidade já se encontrava encantadora durante a visita do rei D. Dinis, acompanhado pela sua jovem esposa Isabel de Aragão. De tal forma que durante o seu noivado, a futura rainha recebeu a vila como presente, criando assim a tradição de que as rainhas receberiam cidades como presentes, perpetuando-se até 1833.

Se deseja uma experiência rural, poderá começar por desfrutá-la ao chegar à estação de comboios que se encontra a 2 km Oeste da povoação, para seguir a pé ao longo de sinuosos caminhos rurais que dão até à estrada Este, atravessando uma paisagem acidentada que é muito ligada à sua essência medieval. Isto faz parte de uma rota conhecida como EcoVia de Várzea da Rainha, que pode ser percorrida a pé ou de bicicleta, com uma extensão total de 14.800 metros, e em que a estação de comboio faz a ligação com a Praia do Bom Sucesso.

A entrada principal da povoação é a Porta da Vila, um portão duplo em derrame com o interior revestido de azulejos do século XVIII, conduzindo directamente à Rua Direita, a rua principal, algo estreita e com uma cortadura pavimentada no seu centro, com uma série de casas brancas em ambos os lados, adornadas com gerânios e buganvílias, sendo ocupadas por lojas de artesanato, restaurantes e galarias de arte.

Passear sob as muralhas proporciona um momento bastante agradável assim como sublimes vistas do seu conjunto.

Ao caminhar pelas ruas típicas, irá presenciar o testemunho de civilizações antigas. Desde os cantos dos jardins interiores da antiga Medina à presença do Gótico, passando pelo Renascimento e pelo Barroco, esta vila é uma autêntica obra de arte admiravelmente esculpida, reconstruída ao longo dos séculos e perfeitamente conservada.

Este legado material do passado, em conjunto com a variada programação cultural da actualidade, faz de Óbidos um dos destinos turísticos mais atractivos do país, sendo considerado como uma das 7 Maravilhas de Portugal.

Alguns do locais de visita indispensável durante a sua passagem por aqui são o majestoso Castelo , as muralhas medievais que rodeiam o centro histórico, a colossal Igreja de Santa Maria, de estilo visigótica; a Rua Direita, e a Igreja de São Tiago, de aparência quase colonial. Ainda merece a pena visitar locais como a Porta da Vila, o Aqueduto, financiado pela Rainha Catarina de Áustria no século XVI; o Centro de Design de Interiores, o auditório Casa da Música, o monumento Pilar Camoneano, erguido em homenagem a Camões e desenhado por Raul Lino em 1932; a Capela de São Martinho, a Igreja de São Pedro, a Igreja da Misericórdia, o Museu Abílio de Mattos e Silva, albergue na Casa do Arco (antiga prisão); o Museu Municipal, o Pelourinho, a Galería Casa do Pelourinho, a Galeria Novaogiva, o antigo mercado de Alpende, o Parque Cinegético, a Capela de Nossa Senhora de Carmen, a Porta de Nossa Sonhra de Garcia ou a Igreja de Nossa Senhora de Monserrate.

Nos arredores, deverá ainda visitar o Santuário do Senhor Jesus da Pedra, um curioso templo barroco de planta circular; e a Lagoa.

Hotéis perto deste lugar:

Mapa Interativo:

Transfer e Taxi

Descubra as nossas ofertas de Transfer em Portugal.

Porto
Lisboa
Faro

Hotéis

Ver hotéis nas diferentes povoações de Portugal:

Voos:

Compare voos baratos e teus reservar com antecedência para poupar dinheiro.

Aluguer de Carro

Encontre o melhor negócio em locação de veículos para as suas férias:


Copyright FeriasEmPortugal.com © - Todos os direitos reservados.