Bragança, Portugal

Descubra a cidade de Bragança e não deixe de visitá-la ao passar pelo norte de Portugal.

Bragança, Portugal
Bragança
© Vítor Oliveira

Bragança, capital histórica da região de Trás-os-Montes, é ao mesmo tempo uma cidade com grandes avenidas e uma aldeia medieval com muralhas de onde se pode contemplar o campo, o bosque e as pequenas granjas que a rodeiam.

Cidadela de Bragança
Cidadela de Bragança
© Turismo de Porto e Norte
Bragança
Castelo de Bragança
© Vítor Ribeiro

O atrativo mais emblemático desta localidade consiste na sua antiga cidadela muralha, situada no alto de uma colina na extremidade oriental. Após passar pelas suas portas com arcos, observará como este bairro medieval foi excelentemente conservado. Vale a pena visitar o Castelo de Bragança, com a Torre da Princesa e a Torre da Homenagem.

O principal eixo da cidade (Av. João da Cruz, Rua Almirante Reis, Rua Combatentes da Grande Guerra e Rua Trindade Coelho) vão em direção ao sudeste, desde a estação de autocarros até a cidadela, sendo o seu ápice a Praça da Sé.

Entre os telhados da sua magnífica cidadela destaca-se o campanário da Igreja de Santa Maria e a Torre da Homenagem do Castelo de Bragança, adornada com elegantes janelas góticas geminadas. À entrada, no interior das muralhas, existe uma passagem com duas portas, a primeira é conhecida como Porta de Santo António, enquanto que a segunda é conhecida como Porta da Vila.

De um lado do castelo existe uma praça, repleta de árvores centenárias, que acolhe o Pelourinho gótico, e tem como base um javali pré-romano, que se acredita ser da Idade do Ferro.

Um dos monumentos mais interessantes da cidade é o Domus Municipalis, um antigo consistório de planta irregular e traços medievais que foi erguido no século XII e que está quase grudado à Igreja de Santa Maria.

Aos pés da cidadela, antes de entrar na parte baixa da cidade, ergue-se a Igreja de São Vicente, de origem romana, na qual acredita-se ter acontecido o casamento secreto do rei Dom Pedro com a Dona Inês de Castro.

Na Rua Abílio Beça poderá visitar o Museu do Abade de Baçal, que ocupa os dois pisos e o jardim de um antigo Palácio Episcopal, onde estão expostas obras de arte e vestígios arqueológicos.

Já na parte baixa da cidade, vale a pena visitar a antiga Sé de Bragança, antiga igreja de jesuítas com capelas barrocas e uma decoração interior com base em azulejos.
Em frente à catedral existe um Cruzeiro de 1869 sobre uma coluna salomónica.

Nos arredores da Praça da Sé, poderá visitar vários edifícios que formam parte do património da cidade, tais como a Igreja da Misericórdia, que se encontra coberta de azulejos; o Solar dos Calainhos (do século XVII), com as suas nove portas e escudo com armas dos Samentos Pimentéis Morais e Ferreiras; e o Solar dos Veigas Cabral (1764), que acolhe o Centro de Arte Contemporânea.

Perto dali, na Rua Dr. Herculano de Conceição poderá visitar o Museu Etnográfico Dr. Belarmino Afonso.

A visita a Bragança, ao contrário do que se pensa, não se limita à cidadela e à zona da catedral, visto que Bragança foi uma das cidades portuguesas que melhor soube adaptar-se ao longo do tempo, e conta com um traçado urbano de grandes avenidas, em cujas rotundas principais instalaram-se conjuntos esculturais de grande simbolismo que merecem ser vistos. Os melhores exemplos encontram-se na na Rotunda 23 de Abril, a Rotunda Homenagem ao Lavrador e a Rotunda do Sabor.

Quanto a novas edificações, destacam-se o Teatro Municipal Filipe Oliveira Dias, situado na Praça Professor Cavaleiro de Ferreira e o Centro Comercial Fórum Theatrum.

Esta cidade, conhecida como Bragantia pelos celtas e como Juliobriga pelos romanos, é milenária, e sua localização a apenas alguns quilómetros da fronteira com Espanha a tornou um ponto estratégico importante entre as intermináveis batalhas entre Espanha e Portugal.

A sua cidadela murada foi erigida por Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal no ano de 1130; enquanto que o seu filho, Sancho I, melhorou suas fortificações e mandou construir o Castelo de Bragança após tomar a cidade do rei de Leão no ano de 1187.

Em 1442 Afonso V criou o Ducado de Bragança para seu tio, que era filho ilegítimo do rei João I, dando lugar a uma das famílias nobres mais ricas e poderosas de Portugal.

Bragança exerceu um importante papel durante as Guerras Napoleónicas, aliás, foi precisamente neste lugar onde Sepúlveda chamou a resistência contra as tropas francesas.

Uma data interessante para visitar Bragança é durante o início do mês de maio, já que é quando a cidadela acolhe por três dias a Feira das Cantarinhas, a maior feira de rua de artesanato tradicional da região.

Nos arredores, além do Parque Natural de Montesinho, é interessante visitar as localidades de Miranda do Douro e Mirandela.

Hotéis perto deste lugar:

Mapa Interativo:

Transfer e Taxi

Descubra as nossas ofertas de Transfer em Portugal.

Porto
Lisboa
Faro

Hotéis

Ver hotéis nas diferentes povoações de Portugal:

Voos:

Compare voos baratos e teus reservar com antecedência para poupar dinheiro.

Aluguer de Carro

Encontre o melhor negócio em locação de veículos para as suas férias:


Copyright FeriasEmPortugal.com © - Todos os direitos reservados.